Click to view this email in a browser

rc-c-tl.gif spacer.gif rc-c-tr.gif
spacer.gif
Chamada por Jornalistas Comunitários

O RioOnWatch, projeto da organização Comunidades Catalisadoras (ComCat), está solicitando propostas de matérias, reportagens, vídeos e foto-reportagens de jornalistas comunitários, no Rio de Janeiro, para serem publicadas em português e inglês no site RioOnWatch. À princípio quatro autores de matérias, vídeos ou foto-reportagens enviadas e selecionadas para publicação, serão remunerados pelo seu trabalho cada mês. O tema inaugural é: favela e estigma.

RioOnWatch.org.br
A Comunidades Catalisadoras está dando continuidade ao seu projeto de Jornalismo Comunitário através do site de notícias de favelas cariocas, RioOnWatch.org.br, fomentando a profissão do jornalista comunitário para ampliar as vozes das comunidades cariocas no Brasil e no mundo.

O RioOnWatch (Rio Olympics Neighborhood Watch = Comunidades do Rio de Olho nas Olimpíadas), é um projeto para dar atenção local e global para os pontos de vista oriundos das favelas do Rio de Janeiro até 2016, publicando em inglês e português as perspectivas de líderes comunitários, moradores de favela, e observadores internacionais, em relação as rápidas transformações urbanas que atualmente caracterizam Rio.

Curso de vídeo-jornalismo comunitário
Em 2011 a ComCat ofereceu cursos de jornalismo escrito e de edição de vídeo para jovens de diversas comunidades. Desde então a ComCat vem ampliando a sua rede com a imprensa internacional através do RioOnWatch.org em língua inglesa, trazendo visibilidade internacional para temas importantes para as favelas do Rio. O impacto do RioOnWatch.org foi reconhecido 9 meses após o início de suas atividades, quando fomos contactados pela Associated Press, maior fonte de notícias do mundo, no início de 2011, para o que viria a ser o primeiro artigo na grande mídia sobre despejos de favelas, que provocou mais matérias neste tema pelo The Guardian, BBC, Telegraph, Al Jazeera, cyberpresse.ca, Edge of Sports, The Independent, CBC Radio Canada, National Public Radio, New York Times, entre outros. Por consequência a ComCat e nossa rede de colaboradores comunitários hoje são procurados para opinar e aprofundar matérias que aparecem cada vez mais por conta da dinâmica rápida de mudança no Rio de hoje.

Agora é o momento da ComCat construir uma rede de jornalistas comunitários no Rio.

jornais comunitarios (por Gizele Martins)
Além dos jovens integrantes dos cursos da ComCat, há inúmeros jornalistas comunitários de qualidade por conta de sua vivência ou formados através de organizações que trabalham com comunicação e por universidades que já incluíram o disciplina de jornalismo comunitário em sua grade. Estamos convocando vocês para produzirem matérias para o RioOnWatch!

Nosso objetivo é atingir um padrão de políticas públicas no Rio enraizado na participação popular, valorização das conquistas e história das favelas, e garantias de melhorar a qualidade de vida de seus moradores, garantindo seu direito de permanência com a chegada do mercado imobiliário e os mega eventos. O RioOnWatch faz uso da mídia para alcançar este objetivo, abrindo um diálogo global em torno das qualidades da favela e a importância de garantir sua permanência e qualidade de vida de seus moradores, enquanto assinalando os passos necessários para uma política pública de qualidade.

Remoção na Vila Taboinha (por Sam Faigen)
Em busca de parceiros jornalistas comunitários, valorizamos a produção dos moradores de favelas que vêm desenvolvendo pensamento crítico e conhecimentos de técnicas de comunicação como canal de informação e expressão legítima das comunidades, trazendo à tona as vozes e os saberes locais e suas contribuições para uma cidade mais justa e democrática. 

Linha Editorial e Tema Inaugural: Favela e Estigma

Os interessados em produzir para o RioOnWatch devem se guiar pela Linha Editorial e formulário para sugerir suas pautas.

Nestes primeiros meses solicitamos especialmente matérias que enfrentam, questionam, esclarecem e mobilizem em torno dos estigmas associados à favela. Jornalistas comunitários são convidados a pautar matérias dentro deste e outros temas ligados à linha editorial. Quatro matérias serão seleccionadas por mês para remuneração, mas matérias avulsas e urgentes são sempre bem-vindas para divulgarmos no RioOnWatch.


Com carinho,
Equipe ComCat
spacer.gif
rc-c-bl.gif spacer.gif rc-c-br.gif